A sessão foi criada por sugestão do amigo jornalista, roteirista e cineasta Penna Filho, a título de reverenciar a memória do jornalista, televisista, radialista, cronista, escritor carioca Sérgio Porto e seu heterônimo Stanislaw Ponte Preta, criador das Certinhas do Lalau no jornal Última Hora, do Rio de Janeiro.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18






















As Certinhas do Oleari + Poesia - Mascarada: Manuel Bandeira / Seleção Walder Rocha

30 de novembro de 2013
Mascarada 
Manuel Bandeira

Você me conhece?
(Frase dos mascarados de antigamente)

- Você me conhece?
- Não conheço não.
- Ah, como fui bela!
Tive grandes olhos,
que a paixão dos homens
(estranha paixão!)
Fazia maiores...
Fazia infinitos.
Diz: não me conheces?
- Não conheço não.


- Se eu falava, um mundo
Irreal se abria
à tua visão!
Tu não me escutavas:
Perdido ficavas
Na noite sem fundo
Do que eu te dizia...
Era a minha fala
Canto e persuasão...

Pois não me conheces?
- Não conheço não.
- Choraste em meus braços
- Não me lembro não.

- Por mim quantas vezes
O sono perdeste
E ciúmes atrozes
Te despedaçaram!

Por mim quantas vezes
Quase tu mataste,
Quase te mataste,
Quase te mataram!
Agora me fitas
E não me conheces?

- Não conheço não.
Conheço que a vida
É sonho, ilusão.
Conheço que a vida,
A vida é traição.

Nota do Portal DOPC:

A Poesia foi acrescentada à sessão As Certinhas do Oleari pelo nosso amigo Walder Rocha. Ele deixou uma extensa seleção, antes de se mudar para os confins do Rio Grande do Sul, che!

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - Aldeia Verbal Produções e Jornalismo.